Ciclistas encaram 74 quilômetros de Salesópolis ao Litoral

FOTO CAPA

Pedalada terminou em Caraguatatuba e reuniu mais 160 atletas. FOTOS: Marcelo Fontes

 

Por Renan Xavier

 

Cerca de 160 ciclistas pedalaram 74 quilômetros de Salesópolis à Caraguatatuba, no Litoral Paulista, pela Estrada da Petrobrás, que corta o Parque Estadual da Serra do Mar. A aventura sobre duas rodas teve início na manhã do último domingo (29) e foi organizada pela Secretaria de Turismo, Cultura e Esportes salesopolense.

No percurso, sempre por estrada de terra, os atletas desfrutaram de paisagens marcadas por cachoeiras, Mata Atlântica, mirantes naturais, capelas históricas e trechos margeados pelo límpido Rio Tietê, cuja nascente está localizada no município.

Atrativos naturais que, na opinião da psicóloga Daniela Cristina de Faria, 40, moradora de Salesópolis e participante da pedalada, devem trazer mais turistas ao município e fomentar o setor. “Nosso município tem incontáveis belezas a serem exploradas, só é preciso divulgar toda essa riqueza”, c0menta.

Com esse objetivo, o secretário municipal de Turismo, José Luiz Padilha, explica que a trilha faz parte da estratégia de marketing turístico do município. “Ciclistas de todo o estado vêm a Salesópolis, hospedam-se e consomem produtos daqui. Isso faz girar a economia local, gera emprego e renda, além de divulgar a cidade para fora”, avalia.

O caso do pintor André Geraldini, 37, que veio de Rio Claro, a 260 quilômetros de Salesópolis, para encarar o trajeto valida essa estratégia. O trajeto Salesópolis-Caraguatatuba, inclusive, é maior de sua atuação sobre duas rodas. “Já pedalei por 50 quilômetros, na Estrada de Manutenção de Santos. Este será meu novo recorde”, comemora.

 

PERCURSO – Os participantes da pedalada começaram a se concentrar na Praça Padre João Menendes a partir das 7h. No Coreto, os organizadores do evento recolheram uma taxa de R$ 10 dos ciclistas, recurso que seria usado no suporte do “caminhão vassoura”, um veículo que acompanha os atletas durante todo o percurso oferecendo água e serviços mecânicos.

Pontualmente às 8h, os ciclistas partiram rumo à Estrada da Petrobrás, onde seria realizado o trajeto. Muitos ficaram surpresos ao saber que um Rio Tietê ainda de águas límpidas margeava os primeiros quilômetros da pedalada. “Aquele imundo de São Paulo?”, perguntou um.

Ao longo do percurso, os atletas ainda passaram por florestas de eucaliptos e de Mata Atlântica abundante com pequenas quedas d’água e fontes naturais. No ponto mais alto do percurso, a 1,2 mil metros acima do nível do mar, foram presenteados com um mirante natural da Serra do Mar.

Os ciclistas que também desfrutaram de um momento de turismo histórico ainda ao visitar a histórica Capela de São Lourenço, construída por fiéis católicos há mais de um século e reinaugurada após revitalização no último mês de agosto pela comunidade de Salesópolis, em parceria com o NPDor (Núcleo Padre Dória do Parque Estadual Serra do Mar).

 

CONFIRA A GALERIA DE FOTOS




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *