Estatísticas mostram que Brasil carece de doadores de sangue

doe sangue
Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda que entre 3% a 5% da população de um país seja doadora de sangue, mas entre os brasileiros apenas 1,8% é doador. Foto: Divulgação

 

Por Irânia Souza

Da Redação

 

Nesse período de baixas temperaturas e de férias, as doações de sangue caem bastante. Por isso, algumas campanhas têm procurado conscientizar a população da importância desse ato nobre. A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda que entre 3% a 5% da população de um país seja doadora de sangue, mas, infelizmente, entre os brasileiros, apenas 1,8% é doador.

Segundo o ortopedista, especialista em Cirurgia da Coluna, dr. Nicholai Pourchet, do Instituto de Patologia da Coluna, entre os tipos de sangue que mais precisam de doação, os de fatores negativos são os mais raros. “É chamado de doador universal, ou seja, qualquer pessoa pode receber que não sofrerá rejeição. Por isso é considerado o tipo mais procurado”, declarou.

Dr. Nicholai acrescenta ainda que a população precisa adquirir a cultura de doar sangue sempre, não só em casos de emergência. “Achamos que somente em casos de urgência e emergência é que se precisa de sangue. Existem tratamentos de câncer, tipos de anemias, traumas e cirurgias em que ocorre muita perda de sangue”, disse.

 

Bancos

Segundo a Secretaria da Saúde de São Paulo, os hospitais de responsabilidade do Estado na região são atendidos pela Fundação Pró-Sangue e recebem material suficiente para atender à demanda.

A pasta informou ainda que somente as cidades de Mogi das Cruzes e Suzano possuem Banco de Sangue próprio do município. As unidades trabalham em rede para atender outros municípios da região. Não há demanda para criação de novos bancos no Alto Tietê. Quando ocorre algum problema específico, são feitas campanhas para estimular as doações.

O Banco de Sangue da Santa Casa de Mogi das Cruzes informou que, devido ao grave acidente ocorrido recentemente com universitários na estrada Mogi-Bertioga, está com o estoque excelente, pois os estudantes se organizaram em campanhas para doarem sangue, além de empresas e instituições. Por isso, não estão com baixa nas doações, pelo contrário, tiveram um aumento de 30%. No segundo semestre, o banco promoverá mais quatro campanhas.

 

Requisitos

Para ser um doador, é preciso ter a partir de 16 anos. O menor precisa de autorização dos pais para poder doar sangue. Além disso, os doadores precisam pesar mais que 55 kg, não ter tido doença de chagas, hepatite, sífilis e malária.

O doador de sangue não pode ter ingerido bebida alcoólica nas últimas 24h e também não pode estar em jejum.

O Banco de Sangue de Mogi das Cruzes fica na rua Barão de Jaceguai, 1.148, no Centro. O funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 12h. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone: 4748-4700. Em Suzano, o endereço é avenida Antônio Marques Figueira, 1.861. O telefone para informações é o 4752-9999.

 

 




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *